Notícias

Para informações de tráfego, consulte o Twitter e o mapa interativo do site.

Assessoria de imprensa: (21) 3478-9400 ou imprensa@ecoponte.com.br

Projeto Lacre da Esperança une Ecoponte e Plaza Shopping para ajudar crianças e jovens

Publicado em 16 de set de 2021 às 11:50

Sabe o que dois símbolos da cidade de Niterói, a Ecoponte e o Plaza Shopping, têm em comum? Eles se juntaram para ajudar o próximo e criaram o projeto Lacre da Esperança. A iniciativa tem como objetivo ajudar crianças e jovens que possuem deficiências e precisam de cadeira de rodas mas que não têm condições de comprá-la. O projeto pretende estimular usuários da Ponte Rio-Niterói e os clientes do Plaza a juntar tampinhas plásticas e lacres de latinhas de alumínio e entregarem nos pontos de coleta no shopping. O material arrecadado será encaminhado para a ONG One By One, que o reverte em cadeiras de rodas.

 

A conta é simples e desafiadora: para cada 770 garrafas pet cheias de lacres ou 3.500kg de tampinhas, uma cadeira que será doada para a One by One. Para participar e ajudar quem precisa, é possível juntar em casa uma quantidade e depois levar para doação no piso G3, no estacionamento do Plaza Shopping ou após um lanche na praça de alimentação, retirar o lacre da lata ou tampa da garrafa e depositar em um dos pontos de coleta que estão disponíveis no local. É simples, rápido e ainda fará a diferença na vida dessas crianças e jovens.

 

Para Matheus Fernandes, diretor Superintendente da Ecoponte, apoiar essas causas está no DNA da concessionária. “Desde o início da concessão, a Ecoponte patrocina e apoia diversos projetos sociais que promovem inclusão e melhoram a qualidade de vida dessas pessoas. O Lacre da Esperança chega para somar e ampliar nossa rede de apoio”, afirma Matheus.

 

A campanha do Lacre da Esperança estará nos painéis ao longo da Ponte Rio-Niterói, nas redes sociais da concessionária e do shopping, além dos painéis de LED localizados na chegada ao pedágio. Compartilhe a ideia, faça o projeto chegar longe e ajudar mais pessoas.