Notícias

Para informações de tráfego, consulte o Twitter e o mapa interativo do site.

Assessoria de imprensa: (21) 3478-9400 ou imprensa@ecoponte.com.br

Ponte Rio-Niterói tem o maior tráfego de Carnaval, e com menos acidentes, dos últimos três anos

Publicado em 04 de mar de 2022 às 08:00

A Ponte Rio-Niterói teve o maior tráfego durante a véspera de Carnaval (quarta, 23/2) até a Quarta-Feira de Cinzas (2/3) dos últimos três anos. O balanço feito pela concessionária Ecoponte revela que a movimentação de veículos deste ano foi 4,4% maior que em 2019 no período, ano anterior ao início da pandemia do novo coronavírus. O tráfego total neste ano foi de 1.150.297 veículos, mediante os 1.101.386 de três anos atrás.

Outro indicador positivo do levantamento feito pela concessionária revela que houve uma redução de 45% nos acidentes na rodovia, com seis ocorrências registradas neste ano frente às 11 de 2019. E com menos acidentes, menor o número de vítimas. Neste ano, foram oito, com 22 em 2019, uma redução de 63%. E sem óbitos. E o número de atendimentos na Ponte Rio-Niterói também apresentou redução, de 10%: foram 759 registros em 2022 diante dos 846 de 2019.

48 anos de Ponte Rio-Niterói

A Ecoponte atribui às mensagens e campanhas de segurança veiculadas nas plataformas de comunicação da concessionária a melhoria dos indicadores de acidentes, vítimas e de atendimentos. A concessionária reitera a importância de conferir as condições veiculares antes de seguir viagem e dirigir com responsabilidade. Dados da Ecoponte revelam que cerca de 70% dos atendimentos na Ponte Rio-Niterói correspondem à panes (mecânica, elétrica, seca, etc) e podem ser evitados com a manutenção preventiva do veículo.

A concessionária comemora os indicadores de segurança viária no dia que a rodovia celebra mais um aniversário. Inaugurada em 4 de março de 1974, a Ponte Rio-Niterói completa hoje 48 anos. Desde que iniciou o atual contrato de concessão da Ponte, em 2015, a Ecoponte promove sucessivas campanhas de segurança próprias e em parceria com instituições como Polícia Rodoviária Federal, Detran-RJ e Operação Lei Seca. Estas ações reduziram os acidentes na Ponte Rio-Niterói em cerca de 40%.